Home / Entretenimento / ROTEIROS FERROVIÁRIOS: Trens turísticos para viajar nas férias pelo Brasil.

ROTEIROS FERROVIÁRIOS: Trens turísticos para viajar nas férias pelo Brasil.

No mês das férias escolares, vários destinos ampliaram horários e trazem descontos para quem quer embarcar na história e nas belezas de um Brasil sobre trilhos


No mês de julho, as locomotivas estão prontas para apresentar rotas recheadas de história e de belíssimas paisagens. Além de ser o momento ideal para curtir uma aventura em família sob os trilhos, o período de férias escolares também atrai pelos descontos nos valores das tarifas e os horários estendido dos passeios. Aproveitar o momento para curtir belos roteiros turísticos embarcando nos trens é se permitir a viver a experiência de viajar no tempo.

No passado, o transporte ferroviário foi o responsável por carregar cargas, pessoas e pela conexão entre regiões. O tempo trouxe carros, caminhões e aviões, mas não deixou de lado a beleza das locomotivas, que seguem a todo vapor cruzando rotas que hoje ajudam a desenvolver o turismo no país. O passeio ferroviário traz ao visitante a oportunidade de conhecer a história da região e de ter contato com a gastronomia e cultura locais. Se o trem no século XIX (dezenove) era símbolo de rapidez, agora é um atrativo para quem busca momentos contemplativos e uma desconexão de ritmos mais acelerados.

Conheça alguns roteiros ferroviários e prepare-se para viajar:

MINAS GERAIS – Conhecer a história de Minas Gerais por meio de uma “maria fumaça” é um dos atrativos que podem ser encontrados para quem vai cruzar as cidades históricas de São João Del Rei a Tiradentes. Com um passeio de 12 quilômetros de extensão, realizado entre 40 e 50 minutos, a locomotiva vai a todo vapor desbravando as belas paisagens montanhosas do interior da vida mineira.

O viajante vai apreciar a Estrada de Ferro Oeste de Minas, inaugurada em 1881 por Dom Pedro II, e perceber, ao longo do percurso, a mistura entre a natureza da atualidade e arquitetura de séculos passados. Além disso, a rota cruza fazendas centenárias, rios e montanhas. O trem comporta até 250 passageiros e os ingressos custam entre R$ 35 e R$ 80.

RIO GRANDE DO SUL – No Vale dos Vinhedos, o viajante vai percorrer 23 quilômetros entre as cidades de Bento Gonçalves e Carlos Barbosa em um roteiro conhecido delicioso por trazer vinhos, queijos e outros sabores da imigração italiana. No percurso, estão incluídos atrativos artísticos, como música, teatro, dança típica, além de prova de deliciosos vinhos, sucos e espumantes. Além da rota, o visitante também tem a oportunidade de conhecer o Parque Temático Epopeia Italiana, que narra um espetáculo que reflete a história dos imigrantes europeus.

Esse passeio na Maria Fumaça – Trem do Vinho custa a partir de R$ 215, mas o tour não se resume a um roteiro, podendo ser diversificado e escolhido outros atrativos por parte do visitante. Os valores mudam conforme a escolha.

SÃO PAULO – O estado de São Paulo foi presenteado, no final de 2020, com o Trem Republicano, um atrativo que mistura história, lazer e cultura. A rota de 7,6 km leva o visitante a uma viagem que vai de Itu a Salto, gastando 40 minutos no trajeto. Recheado de atrativos históricos, o passeio faz o turista viajar no tempo, chegando na véspera da Convenção de Itu do dia 18 de abril de 1873, evento chave para a Proclamação da República em 1889. As paisagens proporcionam ainda mais beleza para o momento.

O trecho é feito em uma senhora locomotiva, datada de 1952 e movida a diesel. Os três vagões comportam até 132 passageiros, sendo um convencional, um turístico e um pet friendly. O valor custa a partir de R$175 já com alimentação incluída e pode ser feito de quarta à domingo, das 9h às 14h (Itu- Salto) e 11h às 16h (Salto – Itu).

PARANÁ – O trem que vai de Curitiba a Morretes é um dos passeios ferroviários mais famosos do país. Viajando pela Serra do Mar, o turista é presenteado por paisagens que possuem elementos da Mata Atlântica, paredões e estradas de encher os olhos e tirar o fôlego. A rota ainda oferece a experiência de viajar em uma ferrovia criada para exportação de madeira e erva-mate e que traz na história uma estrada de ferro que teve a Princesa Isabel como primeira passageira, em 1884.

O passeio percorre 65 quilômetros e leva aproximadamente quatro horas de duração. A viagem inclui lanche, serviço de bordo e guia local. Na chegada em Morretes ainda é possível saborear um delicioso barreado no fim do percurso, prato típico do local. O valor do ingresso varia de acordo com os atrativos escolhidos e pode ser encontrado por a partir de R$ 149.

Por Nayara Oliveira
Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

Crédito: Pedro Vilela / MTur Destinos

Você pode Gostar de:

Batalha medieval entre Mouros e Cristãos é relembrada no sudeste do Tocantins

Cavalhadas de Taguatinga ocorrem durante os Festejos de Nossa Senhora D’Abadia. A população de Taguatinga …

ECOTURISMO: APA da Baleia Franca: Unidade de Conservação mais visitada do Brasil

Localizada no litoral sul de Santa Catarina, região é considerada a “maternidade” da baleia franca …

VIII Descida Ecológica do Rio Araguaia realizada por Couto Magalhães teve adesão dos municípios do médio Araguaia Tocantins

Na sexta-feira, 29 de julho, a equipe do Coletivo de Educadores Ambientais do território do …

INTERNACIONAL: Sorveterias brasileiras são premiadas em Festival Mundial do Gelato

Estabelecimentos do Pará e São Paulo entraram para o ranking das melhores gelaterias do mundo, …

Festa ‘TabokaGrande’ retorna em formato presencial neste fim de semana no Distrito de Taquaruçu em Palmas

Festa ‘TabokaGrande’ retorna em formato presencial neste fim de semanaApós dois anos sem apresentação dos …

Palmas Tocantins sediará evento internacional sobre construções sustentáveis

Objetivo é criar e fomentar as capacidades para definir e implementar incentivos para as edificações …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *