Home / GASTRONOMIA / RECONHECIMENTO: Competição mundial de queijos consagra 15 produtos brasileiros

RECONHECIMENTO: Competição mundial de queijos consagra 15 produtos brasileiros

09-11-22 FOTO MATÉRIA QUEIJOS 03.png

Dois exemplares nacionais receberam medalhas Super Ouro na 34ª edição do World Cheese Awards, realizada no País de Gales


Aexcelência de 15 diferentes queijos brasileiros acaba de render ao país mais um reconhecimento internacional. Eles receberam as medalhas Super Ouro, Ouro, Prata e Bronze na 34ª edição do World Cheese Awards, uma das principais competições mundiais do gênero, organizada pela editora britânica Guild of Fine Food, especializada em alimentos gourmet.

A cerimônia de premiação ocorreu no último dia 03 de novembro, no País de Gales. Os destaques brasileiros, agraciados com a honraria Super Ouro, foram o Lua Cheia, do fabricante Serra das Antas de Bueno Brandão (MG), um queijo cremoso e coberto com uma fina camada de carvão vegetal; e o Morro Azul, da Pomerode Alimentos, produzido em Pomerode (SC) e feito com leite de vaca.

Na categoria Ouro, receberam medalhas o Queijo Azul da Mantiqueira, da Laticínios Paiolzinho de Cruzília (MG), e o Tulha, da Fazenda Atalaia, do município de Amparo (SP). Na categoria Prata, conquistaram reconhecimento produtos como o Tulha da Toca, também da Fazenda Atalaia, e o Lendário da Generosa, da Fazenda Generosa, de Andrelândia (MG).

Ainda com medalhas de prata, foram contemplados os queijos Tipo Quark, da Laticínios São João, de São João do Oeste (SC); o Vale do Testo 6 Meses, da Pomerode Alimentos (SC); o Brebis de Pomerode, também da Pomerode Alimentos; o Tipo Gorgonzola Dolce, do Serra das Antas (MG), e o Queijo Tipo Burrata Búfala Almeida Prado, do Laticínio Búfala Almeida Prado, de Bocaina (SP).

Na categoria bronze, por sua vez, a competição consagrou os queijos brasileiros Capim Mantiqueira, da Laticínios Paiolzinho (MG); o Tulha Regente, da Fazenda Atalaia (SP); o Caprinus, também da Fazenda Atalaia, e o Bueno, tipo Comté, do Serra das Antas (MG). A disputa global reuniu um total de 4.434 inscritos de 42 países e 900 empresas de todo o mundo.

Os produtos inscritos na competição receberam avaliações em categorias a exemplo da aparência da casca e da pasta, do aroma, do corpo e da textura. Pela quarta vez, o grande campeão do World Cheese Awards foi o queijo Le Gruyère AOP, feito de leite não pasteurizado e que leva o nome da denominação de origem francesa “Gruyère”.

VALORIZAÇÃO – Os inúmeros queijos brasileiros integram uma vasta gama de produtos nacionais que ajudam a valorizar a gastronomia nacional mundo afora e a cativar o interesse de visitantes estrangeiros. Segundo o Ministério do Turismo, por exemplo, a culinária nacional foi aprovada por 8 de cada 10 viajantes internacionais que estiveram no Brasil em 2019.

Por André Martins

Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

Você pode Gostar de:

Inscrições para a 2ª Corrida da Unitins estão abertas

Evento esportivo será realizado no dia 12 de março, em Palmas A Universidade Estadual do …

Pesquisa aponta que mais de 70% dos turistas que visitam o Jalapão pretendem retornar

Levantamento foi realizado em 2022, nos principais atrativos como a Cachoeira do Formiga e Fervedouro …

Cia Art’Sacra abre inscrições para a Paixão de Cristo 2023

Cia Art’Sacra abre inscrições para a Paixão de Cristo 2023 A Cia de Teatro Art’Sacra …

Narubia Werreria é nomeada secretária dos Povos Originários e Tradicionais do Tocantins

Diário Oficial do Estado desta terça-feira, 17, trouxe a nomeação das novas gestoras das pastas …

Governo do Tocantins institui a Política Estadual de Turismo de Base comunitária

Um modelo de gestão da visitação protagonizada pelas comunidades tradicionais que gere benefícios coletivos e …

Plano Estadual de Cultura é sancionado pelo governador Wanderlei Barbosa

O Diário Oficial do Estado publicou na edição dessa sexta, 13, a Lei nº 4.130, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *